"Abrindo..."

Porque é importante ter empatia nesse momento de pandemia

O país já não é o mesmo, o mundo já não é o mesmo! Hoje, 24 de maio de 2020, o Brasil está com 349.113 mil infectados com o covid-19 e 22.165 mortes registradas. E quando isso “acabar”? Como vai ser? Voltaremos ao “normal”?

Ilustração mostrando conexão de duas pessoas por pensamento.
Imagem: Internet

São muitas perguntas sem respostas… o mundo antes da pandemia não estava normal, não podemos voltar ao que era. Precisamos melhorar, e muito! Começando agora, nesse terrível momento que estamos passando.

Às vezes esses números absurdos que vemos nas reportagens não nos “afetam”, pois ninguém perto da gente faleceu por causa do novo coronavírus. Por isso devemos ter empatia. Mas o que é empatia?

Empatia: “A empatia envolve três componentes: afetivo, cognitivo e reguladores de emoções. O componente afetivo baseia-se na partilha e na compreensão de estados emocionais de outros. O componente cognitivo refere-se à capacidade de deliberar sobre os estados mentais de outras pessoas.”

Desenho de duas mãos e um coração na cor rosa.
Imagem: Internet

O que isso significa? Empatia é você ser solidário aos sentimentos de outras pessoas, mesmo que você não as conheça. Como: você assiste ou lê as reportagens sobre o covid-19 e fica sensibilizado, mesmo que ninguém do seu círculo familiar e amizade não tenha contraído o vírus.

Quanto mais nós nos sensibilizamos com as perdas das pessoas, ou sofrimento alheio, mais conseguiremos ajudar uns aos outros.

Na questão da pandemia é fundamental ter empatia. Você fazendo sua parte, cada um fazendo sua parte, se tornaria mais “fácil” de controlar enquanto não sai um medicamento eficaz ou vacina.

Precisamos fazer nossa parte: sempre nos higienizar corretamente, ficar em casa sempre que possível, ajudar quem precisa. Isso é ter empatia, pensar nos outros também, não só em nós mesmos.

Se cada um fizesse um pouquinho, exercitasse sua empatia, tudo iria melhorar. Nesse momento que não podemos nos reunir com famílias, amigos, é muito difícil saber como ajudar, mas, às vezes com simples mensagens, ligações, já nos sentiríamos mais próximos, acolhidos.

É muito importante nos cuidar para evitar ao máximo contrair esse vírus, fazendo toda higienização correta, conforme a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda. Mas também é extremamente importante cuidar da saúde mental, não é fácil esse período de quarentena, ficar em casa, sair somente quando precisa, usar sempre máscara, ter inúmeras restrições. Isso afeta nosso psicológico. Por isso, é importante nos cuidar, não deixar que pensamentos ruins tomem nossa mente.

Precisamos saber controlar nosso tempo. Muitas pessoas estão fazendo home-office, trabalhando em casa, mas se não souber controlar bem o tempo, afeta a mente também.

Se dê um tempo! Um tempo só para você relaxar, fazer alguma atividade que goste (e que dê para fazer nessa quarentena), assista um filme, uma série, leia um livro, brinque com seus filhos, animais de estimação, faça vídeo chamada com pessoas que estão distantes e que você tanto gosta. Não se sinta sozinho! Isso ajuda você e quem você ama!

Nesta pandemia, quarentena, ter empatia é você tomar todos os cuidados necessários para não se infectar e não passar para outras pessoas. Ficar em casa (sempre que possível) é a maior demonstração que você se importa com os outros, com as vidas de outras pessoas.

E que quando isso acabar não voltemos a ser como era antes, não era normal. Que todos nós sejamos melhores, que a empatia prevaleça! Vamos nos importar mais com os outros, com as vidas dos outros.